payday loans

<<< Voltar

  29 de Setembro > 30 de Setembro > 1 de Outubro > 2 de Outubro > 3 de Outubro > 4 de Outubro > 5 de Outubro >

Partida da Corrida e Caminhada da República

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 8:45

CORRIDA – 5 Kms
Rua de S. Julião / Rua da Prata, Rua da Betesga, Rossio ( faixas Nascente e Norte), Restauradores, Av. da Liberdade, Marquês de Pombal (onde se faz a inversão, sem circular dentro da Praça), Av. da Liberdade, Restauradores, Rossio (faixas Poente e Sul), Rua da Betesga, Rua da Prata e Rua de S. Julião.

CAMINHADA – 2.5 Kms
A Caminhada, que parte silmultaneamente, segue o mesmo percurso, até aos Restauradores, onde, no topo Norte, flecte à esquerda, retomando o percurso da Corrida até à meta.

PARTICIPANTES (Federados e não Federados):
Caminhada – Prova aberta

Corrida – nascidos antes de 1992

 

PRÉMIOS
Camisolas e medalhas alusivas para os primeiros 1.500 participantes;
Taças aos 10 primeiros (Masc. e Fem.) da Corrida,
Prémios monetários para os 20 primeiros classificados da geral em cada sexo.

1º - 700 euros | 2º - 450 euros | 3º - 250 euros | 4º - 150 euros | 5º - 125 euros | 6º - 100 euros | 7º - 75 euros | 8º aos 20º - 50 euros

 

INSCRIÇÕES

Inscrições (gratuitas) até 2 de Outubro

por e-mail: lisboa@fpatletismo.org

por Fax: 213 861 811

ou na Rua Rodrigo da Fonseca nº 56 c/v, 1250-193 Lisboa

(indicando nome, sexo, data de nascimento e clube)

 

Uma organização da Federação Portuguesa de Atletismo e da Associação de Atletismo de Lisboa com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Início das Cerimónias Oficiais, Chegada do Presidente da República

Praça do Município
5 de Outubro > | 10:00


Exposições à Noite (abertas até à meia-noite)

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 10:00

 

CORPO.ESTADO, MEDICINA E SOCIEDADE NO TEMPO DA I REPÚBLICA. É o título escolhido para uma exposição que pretende dar conta da história da medicina em Portugal nas décadas da consolidação do poder e do prestígio dos médicos, bem como das relações entre este saber, o poder político e os diversos grupos sociais. É a história de um saber e de um poder que não recusou a sua vocação social.

VIAJAR.VIAJANTES E TURISTAS À DESCOBERTA DE PORTGUAL NO TEMPO DA I REPÚBLICA. O ano de 1911 representa um momento fundamental na emergência do turismo organizado em Portugal. Nesse ano, em Maio, Lisboa recebeu o IV Congresso Internacional de Turismo e o governo provisório da República criou as primeiras estruturas oficiais – a Repartição de Turismo e o Conselho de Turismo. Viajar por prazer, para conhecer outros lugares e costumes, como distracção ou forma de repouso tinha-se tornado um desejo acessível a mais pessoas.

Período de exibição

23 de Julho a 31 de Dezembro de 2010

De 29 de Setembro a 5 de Outubro: 10h00 - 24h00 | Restantes dias: 10h00 - 18h00

http://corpo.centenariorepublica.pt

http://viajar.centenariorepublica.pt

>> entrada livre



Os Bigodes na Res Publica

Praça do Município
5 de Outubro > | 10:05

Espectáculo evocativo da Implantação da República na varanda dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Lisboa e na Praça do Município pelo grupo O BANDO.

 

Seremos centenas de republicanos a passear na Praça do Município. Grupos de pessoas criando imagens de acções metafóricas e simbólicas, que falem por si e que recordem que - tal como em 1910 - ainda faz sentido lutar pela liberdade, pela igualdade, pela solidariedade, e pelo optimismo regenerador e progressista, criando uma memória colectiva que fortaleça a identidade nacional.

 

Este espectáculo pretende contar com a participação de todos os cidadãos. Seja voluntário individualmente, em família ou em grupo.

>>Para inscrições/informações, contactar divulgacao@obando.pt ou pelo telefone 961 387 591.

 

Uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa e da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Cerimónia do Hastear da Bandeira ao som de A Portuguesa tocado pela banda da Guarda Nacional Republicana, em uníssono nacional

Praça do Município
5 de Outubro > | 10:30

Com as interpretações de Elisabete Matos e Jovens Vozes de Lisboa.

Em simultâneo estarão a tocar o Hino Nacional mais de 200 bandas portuguesas de todo o território nacional, a partir das suas terras.

 

A acção nacional teve o apoio de:

 

Associação Nacional de Municípios

Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto
Confederação Musical Portuguesa

CTT

Direcção Geral das Artes
Direcção regional da Cultura de Lisboa e Vale do Tejo
Direcção regional da Cultura do Alentejo
Direcção regional da Cultura do Algarve
Direcção regional da Cultura do Centro
Direcção regional da Cultura do Norte
EGEAC
FNAJ – Federação Nacional de Associações Juvenis
INATEL
Instituto Português da Juventude
Liga dos Bombeiros Portugueses
Secretaria Regional da Educação e Formação do Governo Regional dos Açores

 



Intervenções do Presidente da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, do Primeiro-Ministro e do Presidente da República

Praça do Município
5 de Outubro > | 10:40


Impressões do Centenário - impressão das mãos de 100 crianças

Praça do Município
5 de Outubro > | 11:20

A passagem, em 2010, de um século sobre a implantação da República Portuguesa, é uma ocasião para evocar as principais aspirações das gerações que se empenharam em promover e realizar as grandezas do republicanismo, como projecto de organização da colectividade e do Estado assente na liberdade, da democracia, da igualdade e da cidadania.


Formalmente inaugurado em 31 de Janeiro de 2010, o Programa das Comemorações do Centenário da República tem prosseguido como objectivos evocar a República e o republicanismo, divulgando os seus ideais cívicos, as suas principais realizações e os seus grandes protagonistas; promover o aprofundamento e a divulgação do conhecimento sobre a história da República e do republicanismo e projectar para o futuro os ideais republicanos. Procura-se, assim, contribuir para a renovação da relação entre a República e os cidadãos, aprofundar o debate em torno da ética republicana do século XXI, identificar os desafios que se colocam à sociedade portuguesa, compreendendo a indispensabilidade de mobilizar os mais novos para a participação cívica.
São inúmeras  as actividades realizadas ou em curso que têm procurado estimular a educação para uma cidadania responsável e activa, combinando a indispensabilidade de valorização da cultura histórica e da consciência patrimonial, reunindo as iniciativas das escolas, dos municípios e de todos quantos entenderam associar-se às Comemorações do Centenário da República.

Prosseguindo esse propósito, de valorização da participação dos mais jovens numa prática de cidadania activa e culturalmente responsável, a Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República entendeu promover a iniciativa que designou Impressões do Centenário.

 

IMPRESSÕES DO CENTENÁRIO

Trata-se de uma iniciativa que integra as Cerimónias Oficiais do dia 5 de Outubro de 2010 e que envolve a participação de 100 crianças, que vão imprimir as suas mãos numa peça escultórica que incluirá a identificação de todos os participantes (nome e data de nascimento).

A obra final, que consistirá num conjunto de 10 painéis decalcados, será colocada num espaço público de cidade de Lisboa ficando como legado destas comemorações.



Regata do Centenário

Padrão dos Descobrimentos, Belém
5 de Outubro > | 11:30

REGATA comemorativa do CENTENÁRIO DA REPÚBLICA, que coincidirá com o XVII ANIVERSÁRIO ANC, aberta a veleiros da Classe Cruzeiros com sistema de abono ANC, organizada pelo CVB – Clube de Vela do Barreiro em colaboração com a ANC – Associação Nacional de Cruzeiros.

 

A prova deverá ter início pelas 11:30 junto ao Padrão dos Descobrimentos, em Belém, percorrerá toda a zona ribeirinha da cidade de Lisboa, prevendo-se duas passagens pelo Terreiro do Paço, um dos pontos altos das comemorações do Centenário.

 

11h30 – Largada da Regata em Belém com uma 1ª passagem no Terreiro do Paço

13h00 – Parque das Nações

15h00/16h00 – Belém

 

Informações sobre a regata: clique aqui

Boletim de inscrição: clique aqui

 



Inauguração de 100 Escolas em simultâneo nacional

Todo o país
5 de Outubro > | 12:00
Presidente da República, Primeiro-Ministro e outras individualidades.


Cerimónia de Homenagem ao Presidente António José de Almeida seguida de Romagem ao Cemitério do Alto de S. João

5 de Outubro > | 12:00
Ponto de encontro: Praça António José de Almeida, Lisboa.


Inauguração do Centro de Investigação Champalimaud

Zona Ribeirinha de Pedrouços
5 de Outubro > | 13:30


O Balão da República | Voos cativos

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 14:00

Nos voos cativos, o balão fica preso ao solo por cabos com 30 metros de comprimento. A entrada dos passageiros para o cesto é feita pelas duas aberturas em duas faces que servem de degraus facilitando assim a entrada mesmo para quem tenha maiores dificuldades físicas.

 

>> A partir do dia 2 de Outubro todos são convidados a experimentar estes voos nos seguintes locais e horários:

 

2 de Outubro | Terreiro do Paço | a partir das 14h00

3 de Outubro | Terreiro do Paço | a partir das 14h00

4 de Outubro | Alameda D. Afonso Henriques | a partir das 19h00

5 de Outubro | Terreiro do Paço | a partir das 14h00

 

Nota importante: os voos estarão condicionados às condições metereológicas.



Danças e Tradições

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 14:00
Uma iniciativa da Fundação INATEL com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.


RepublicArte

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 14:00

O Conselho Nacional de Juventude (CNJ), com o apoio da Comissão Nacional das Comemorações do Centenário da República, vai realizar um Seminário Nacional sobre o tema “República e Juventude”, direccionado para os jovens e contando com a presença de vários convidados que farão intervenções durante os trabalhos. 

 

De 2 a 5 de Outubro, na Pousada de Juventude de Almada, cerca de 100 jovens, através de sessões plenárias e grupos de trabalho, vão poder reflectir , debater e perspectivar o centenário da República Portuguesa e os seus próximos 100 anos.

 

Os participantes do Seminário Nacional serão convidados a participar nas Comemorações do Dia 5 de Outubro, onde o CNJ promoverá a construção colectiva de painéis alusivos ao centenário da República, utilizando-se o Graffiti. Serão convidados street artists para dinamizarem e orientarem a pintura dos painéis.


Objectivos
> Deixar um contributo visível da parte dos participantes no local de realização da actividade;
> Promover a reflexão sobre a temática das Comemorações do Centenário da República e outros como a Inclusão Social e o Ano Internacional da Juventude;

> Promover valores como a participação activa e a cooperação no âmbito da vivência de experiências colectivas; 

> Proporcionar a vivência de uma experiência positiva marcante aos jovens participantes.



Animação no Terreiro do Paço com ateliers de parkour, esgrima artística, ginástica acrobática e Bicicleta da República

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 15:00

15h00 - 20h00

República Radical - Demonstrações e workshops profissionais de parkour

Os workshops contam com a presença de vários instrutores oficiais e certificados de Parkour e 1 técnico coordenador da actividade. 

 

período de exibição

2 a 5 de Outubro | 15h00 - 20h00

>> entrada livre

 

15h00

Bicicleta da República

Acontecimento teatral sobre a I República para famílias e crianças dos 6 aos 12 anos.

A história da República é contada num tom pessoal a rapazes e raparigas que podem ter entre os 6 e os 12 anos. A contadora herdou um álbum de fotografias que pode ter sido feito por Carolina Beatriz Ângelo ou por sua avó, inspirado pelo ideal republicano. Nele está guardado tudo aquilo que diz respeito a este momento histórico.

Em jeito de passagem de testemunho, a contadora abre o seu universo a quem a ouve. Entre linhas, cordas, flores, fotografias e xaropadas os ouvintes são iniciados num clima de secretismo que recria os passos que levaram à passagem da Monarquia à República em Portugal.

 

16h00-16h30

Demonstração de Esgrima Artística

Uma iniciativa promovida pela Federação Portuguesa de Esgrima

 

16h45-17h15

Demonstração de Ginástica Acrobática

Uma iniciativa promovida pela Federação de Ginástica de Portugal



Lançamento do livro: Relatórios da Revolução de 5 de Outubro

Paços do Concelho - Sala do Arquivo
5 de Outubro > | 16:00

Reedição duma obra publicada em 1978 pela CML, com prefácio e notas introdutórias de Carlos Ferrão, – livro da maior importância para os historiadores e investigadores da História da I República e do Republicanismo, reunindo os relatórios de alguns militares que participaram na revolução do 5 de Outubro, incluindo dois novos relatórios, biografias e retratos dos seus autores, actualização toponímica, e iconografia da época.

Com a presença do Professor Doutor António Reis, que apresentará a obra.



Dona Branca, de Alfredo Keil

Teatro Nacional de S. Carlos
5 de Outubro > | 16:00

DONA BRANCA, de ALFREDO KEIL (1850-1907)

Versão de Concerto Drama lírico em quatro partes e prólogo.

Libreto de César Ferreal sobre poema Dona Branca, de Almeida Garrett.

 

Estreada em 1888 no então Real Teatro de São Carlos, “Dona Branca” de Alfredo Keil volta ao palco do TNSC, agora em versão de concerto, no âmbito das Comemorações do Centenário da Republica Portuguesa. Depois da ópera “Don Giovanni” na temporada passada, Johannes Stert regressa a Lisboa para dirigir a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos.   No elenco, destaque para Ausrine Stundyte – que interpretou a temporada passada a personagem Mimi em La Bohéme de Peter Konwitschny –, Giorgio Casciarri e para os portugueses Maria Luísa de Freitas, Luís Rodrigues e Nuno Dias.

 

Direcção Musical | Johannes Stert; Projecção de Fotografias de | Duarte Belo

Orquestra Sinfónica Portuguesa | Coro do Teatro Nacional de São Carlos

 

Intérpretes:

Dona Branca | Ausrine Stundyte

La Fée | Maria Luísa de Freitas

Aben-Afan | a anunciar

Adaour | Luís Rodrigues

Don Payo Peres Correia Nuno Dias

Don Nuno | Musa Nkuna

Alda | Chelsey Schill

Vieille Mauresque | Laryssa Savchenko

 

29 de Setembro às 20h00

1 de Outubro às 20h00

3 de Outubro às 16h00

5 de Outubro às 16H00 (Tarde Família)

 

Mais informações em: http://www.saocarlos.pt/gca/?id=657

 

Uma produção do Teatro Nacional de São Carlos Apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Render Solene da Guarda

Palácio de Belém
5 de Outubro > | 16:00
Presidência da República


100 minis, 100 anos de República

Cordoaria Nacional
5 de Outubro > | 17:00

Apresentação do grito e coreografia comemorativa por parte dos Cem Minis à entrada do edifício.

Uma iniciativa da Federação Portuguesa de Basquetebol

 

Com o apoio do Pingo Doce

 

id_92_pingodoce



Inauguração da Exposição: EU FUI UMA TESTEMUNHA – O 5 de Outubro em Lisboa

Paços do Concelho – Galeria de Exposições
5 de Outubro > | 17:00

A implantação da República em 5 de Outubro de 1910, acontecimento nacional que teve em Lisboa o seu epicentro estratégico, revisitada a partir de um curioso relato de um anónimo republicano. Exposição direccionada para as escolas de todo o país.

 

Período de exibição

até 29 de Abril de 2011

Segunda a sexta-feira, 10h -20h

Domingos: 10h – 18h

>>Entrada Livre



O Dia dos Prodígios, de Lídia Jorge

INATEL - Teatro da Trindade
5 de Outubro > | 21:00

Ninguém se liberta de nada se não quiser libertar-se.

A acção decorre em Vilamaninhos, interior algarvio, não muito longe do mar, entre o Verão 1973 e a Primavera de 1974. Estamos no Portugal da guerra colonial: há uma madrinha de guerra e um soldado. Mas ecoam memórias da primeira guerra mundial e da implantação da república, e as pessoas desta pequena comunidade, que a emigração reduziu, parecem viver à margem do tempo, ocupadas em reviver o passado, presas em preconceitos ancestrais e conflitos caseiros. Até ao dia dos prodígios, o dia em que a aldeia vê uma serpente a voar...

Com a ironia deste texto de Lídia Jorge, muito próximo do realismo mágico, o espectáculo glosa as contradições tradicionais que estruturam e esclererosam o imaginário português.

 

Direcção Musical: Carlos Mendes

Adaptação para teatro e encenação: Cucha Carvalheiro
     

Com:

Carlos Paulo, Cristina Cavalinhos, Diogo Morgado, Elisa Lisboa, Filomena Cautela, Hugo Franco, José Martins, Lucinda Loureiro, Luís Lucas, Maria Emília Correia, Maria Ana Filipe, Rogério Vieira, Teresa Faria e as crianças António Teixeira e Duarte Teixeira

 

Cenário: Ana Vaz

Desenho de luz: João Paulo Xavier
Figurinos: Maria Gonzaga

Apoio ao movimento: Madalena Victorino

Assessoria Artística: Graça P. Correa

 

Sala Principal
De 23 de Setembro a 14 de Novembro

Quarta a Sábado às 21h00
Domingo às 16h00

M 12

 

Co-produção Fundação INATEL | Teatro da Trindade | Comuna - Teatro de Pesquisa

 

Uma iniciativa da Fundação INATEL com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Espectáculo multimédia

Terreiro do Paço
5 de Outubro > | 21:30

A Frente Tejo vai realizar pela primeira vez em Portugal um espectáculo multimédia, com animação e efeitos 3D, projectado em toda a fachada do arco da Rua Augusta no Terreiro do Paço.


De 01 a 05 de Outubro de 2010, duas vezes por noite (às 21.30h e 23.50h) com excepção do dia 05 (apenas uma projecção às 22.00h) vai ser possível viajar no tempo: assistir ao terramoto e ao maremoto que arrasaram Lisboa, participar na sua reconstrução ao lado do Marquês de Pombal, conviver com figuras da política e da cultura que marcaram a História de Portugal.


A monumentalidade da fachada que serve de «tela» e a espectacularidade da projecção permitem dar aos cidadãos um sentimento de partilha.
Aliás o título do filme é «Praça dos Cidadãos».

 

Este espectáculo promovido pela Frente Tejo insere-se nas comemorações do Centenário da República, ao abrigo do protocolo de parceria com  a Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

 

Uma iniciativa da Frente Tejo S.A. com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Extensions by Siteground Web Hosting