payday loans

<<< Voltar

  29 de Setembro > 30 de Setembro > 1 de Outubro > 2 de Outubro > 3 de Outubro > 4 de Outubro > 5 de Outubro >

Exposições à Noite (abertas até à meia-noite)

Terreiro do Paço e Cordoaria Nacional
1 de Outubro > | 10:00

CORPO.ESTADO, MEDICINA E SOCIEDADE NO TEMPO DA I REPÚBLICA. É o título escolhido para uma exposição que pretende dar conta da história da medicina em Portugal nas décadas da consolidação do poder e do prestígio dos médicos, bem como das relações entre este saber, o poder político e os diversos grupos sociais. É a história de um saber e de um poder que não recusou a sua vocação social.

VIAJAR.VIAJANTES E TURISTAS À DESCOBERTA DE PORTGUAL NO TEMPO DA I REPÚBLICA. O ano de 1911 representa um momento fundamental na emergência do turismo organizado em Portugal. Nesse ano, em Maio, Lisboa recebeu o IV Congresso Internacional de Turismo e o governo provisório da República criou as primeiras estruturas oficiais – a Repartição de Turismo e o Conselho de Turismo. Viajar por prazer, para conhecer outros lugares e costumes, como distracção ou forma de repouso tinha-se tornado um desejo acessível a mais pessoas.

Período de exibição

23 de Julho a 31 de Dezembro de 2010

De 29 de Setembro a 5 de Outubro: 10h00 - 24h00 | Restantes dias: 10h00 - 18h00

http://corpo.centenariorepublica.pt

http://viajar.centenariorepublica.pt

>> entrada livre


VIVA A REPÚBLICA!1910-2010. A exposição Viva a República! propõe uma leitura de um dos ciclos políticos mais marcantes da história de Portugal no século XX. O advento da República foi o momento decisivo de viragem de um Estado arcaico e dependente e o início do processo de transição do regime oligárquico para uma democracia de massas que só veio a florescer, definitivamente, em 25 de Abril de 1974.

Período de exibição

12 de Junho a Dezembro de 2010

Dias 1 a 4 de Outubro: 10h00 - 24h00, 5 de Outubro: 10h00 - 16h00 | Restantes dias: 10h00 - 18h00

http://vivarepublica.centenariorepublica.pt

>> entrada livre



Autocarro do Centenário | Viagem inaugural

Partida: Praça do Município
1 de Outubro > | 10:00

Visita guiada por técnicos da CML, num autocarro da CARRIS, pelos locais emblemáticos da cidade de Lisboa relacionados com a Revolução do 5 de Outubro de 1910 e a Implantação da I República em Portugal.

 

O percurso tem início nos Paços do Concelho seguindo Terreiro do Paço, Estação do Rossio (Rua 1.º de Dezembro), Praça Marquês de Pombal, Quartel de Campolide (Rua da Artilharia Um), Quartel de Campo de Ourique (Rua da Infantaria 16, 30), Quartel do Corpo de Marinheiros de Alcântara (Rua do Sacramento, a Alcântara) e Cordoaria Nacional (Rua da Junqueira).

 

O itinerário histórico envolve ainda uma visita às principais exposições do programa oficial do Centenário da República em Lisboa.  

 

Período de funcionamento

1 a 31 de Outubro

terças e quintas-feiras, às 11h e às 15h: escolas do ensino secundário e idosos

sábados e domingos, às 11h e às 15h: famílias e público geral

 

>> Inscrições abertas a partir do dia 23 de Setembro para a Hemeroteca Municipal de Lisboa – Serviço de Actividades Culturais e Educativas (T: 213 246 290)

 

Uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa e Carris com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Inauguração da Exposição: Lisboa e a Proclamação da República: o olhar de um anónimo republicano

Paços do Concelho - Galeria de Exposições
1 de Outubro > | 16:00

A implantação da República em 5 de Outubro de 1910, acontecimento nacional que teve em Lisboa o seu epicentro estratégico, revisitada a partir de um curioso relato de um anónimo republicano.

 

Exposição direccionada para as escolas de todo o país.

 

Período de exibição

até 29 de Abril de 2011

Segunda a sexta-feira, 10h -20h; domingos: 10h – 18h

Local: Paços do Concelho - Galeria de Exposições

>>Entrada Livre



Inauguração da Exposição: A Marinha na República

Casa da Balança, Edifício das Instalações Centrais da Marinha e Museu de Marinha
1 de Outubro > | 17:30

No âmbito das Comemorações do 1.º Centenário da Implantação da República, a Armada vai realizar uma exposição intitulada “A Marinha na República”.

 

A exposição, desenvolve-se em dois núcleos destacando o papel da Marinha na Implantação da República e das unidades navais na primeira década do século XX e salientando o papel  que Marinheiros  e Navios tiveram no desenrolar dos acontecimentos. Num primeiro núcleo evoca-se a participação dos Marinheiros, abordada de forma sequencial, desde os dias que precederam o “Cinco de Outubro”. Este núcleo estará localizado nas Instalações Centrais de Marinha, que confinam com a Praça do Município, o Terreiro do Paço e o rio Tejo, na denominada Sala da Casa da Balança. Um segundo núcleo, referente aos Navios que a Marinha possuía em 1910 e em especial aos surtos no porto de Lisboa aquando da Revolução, estará patente no Museu de Marinha.

 

Período de exibição

1 de Outubro 2010 a 5 de Janeiro de 2011

das 10h00 às 17h00

 

Locais

Instalações Centrais de Marinha, na sala da Casa da Balança

Museu de Marinha

 



Exposição Mundial de Filatelia – PORTUGAL 2010

FIL - Parque das Nações
1 de Outubro > | 18:00

Promovida pela Federação Portuguesa de Filatelia, terá lugar em Lisboa, de 1 a 10 de Outubro de 2010, a PORTUGAL - 2010, Exposição Mundial de Filatelia, comemorativa dos 100 anos da Implantação da 1ª República Portuguesa.

 

A Exposição, que terá lugar no Parque das Nações, num dos pavilhões da Associação Industrial de Lisboa, conta com o alto patrocínio dos Correios de Portugal e terá também os patrocínios da FIP e da FEPA, estando aberta a todas as classes filatélicas da FIP.

 

A realização da Exposição foi aprovada no Congresso da FIP, realizado em Málaga, no passado dia 13 de Outubro, tendo então sido aprovada também a realização de um Congresso da FIP, em Lisboa.

 

>> entrada livre

Mais informações em: http://www.fil.pt/

 

Uma iniciativa dos CTT com o apoio da CNCCR.



Concerto de piano, por Vera Prokic

Praça do Município, Paços do Concelho
1 de Outubro > | 18:00

Concerto de piano, por Vera Prokic, comemorativo do Centenário da República e do Dia da Música, onde se efectuará o lançamento oficial do CD Comemorativo do Centenário da República Portuguesa, com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

 

Local: Praça do Município, Paços do Concelho



Inauguração da Exposição: Silva Monteiro - Desenhos Humorísticos n'Os Ridículos (1908-1926)

Museu Rafael Bordalo Pinheiro
1 de Outubro > | 19:00

José Jaime Pinto da SILVA MONTEIRO foi um caricaturista muito popular na I República. Durante anos (1908 - 1926) assegurou, nas primeiras páginas do bissemanário humorístico lisboeta Os Ridículos, um comentário gráfico actualizado e mordaz, bastante bordaliano, ao ponto de quase podermos fazer a história do novo regime republicano a partir dos seus desenhos. Era um “desenhador e ilustrador de méritos invulgares”, um “artista”, como escrevia A Voz na sua edição de 19 de Janeiro de 1937, por ocasião da sua morte.

A par do Sempre Fixe, o jornal Os Ridículos foi um dos mais importantes e duradouros títulos humorísticos publicados em Portugal, facto que contribuiu para a massificação das caricaturas de SILVA MONTEIRO, granjeando-lhe “muita admiração e simpatia”.

Mas hoje, cem anos depois, com excepção dos especialistas, praticamente ninguém conhece ou ouviu falar de SILVA MONTEIRO – pretexto para esta homenagem da cidade de Lisboa, integrada nas comemorações municipais do centenário da República.

A realização desta exposição, no museu dedicado à obra do genial caricaturista português, Rafael Bordalo Pinheiro, é possível graças à colecção Ricon Peres, que disponibilizou os desenhos originais de SILVA MONTEIRO, depositados no Museu da Presidência da República e aqui expostos pela primeira vez para apreciação do público. Em simultâneo, o contributo generoso da colecção J. C. Monteiro Alegria, herdeira de vários objectos pessoais de SILVA MONTEIRO, torna possível uma abordagem mais próxima ao homem por detrás do artista.

A clara influência do Mestre serve de mote para a exibição de alguns desenhos de Rafael Bordalo Pinheiro, e do seu filho, Manuel Gustavo, em paralelo com o trabalho do discípulo SILVA MONTEIRO, plasmado finalmente nas páginas d’Os Ridículos, provenientes da colecção da Hemeroteca Municipal de Lisboa.

Desta sinergia de equipamentos culturais, nasce a primeira exposição dedicada a SILVA MONTEIRO, caricaturista de “privilegiados dotes” que, além d’Os Ridículos, fez banda desenhada para A Época, foi redactor artístico d’A Voz, colaborando esporadicamente para A Capital, Papagaio Real, O Século e o Diário de Lisboa.

 

Período de exibição

de 2 de Outubro a 5 de Dezembro de 2010

Terça a domingo: 10h – 18h

Encerra à Segunda-Feira e Feriados

 

Galeria do Museu Rafael Bordalo Pinheiro

Campo Grande, 382 - Lisboa

>>Entrada Livre

 

Uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa.

 



Dona Branca, de Alfredo Keil

Teatro Nacional de S. Carlos
1 de Outubro > | 20:00

DONA BRANCA, de ALFREDO KEIL (1850-1907)

Versão de Concerto Drama lírico em quatro partes e prólogo.

Libreto de César Ferreal sobre poema Dona Branca, de Almeida Garrett.

 

Estreada em 1888 no então Real Teatro de São Carlos, “Dona Branca” de Alfredo Keil volta ao palco do TNSC, agora em versão de concerto, no âmbito das Comemorações do Centenário da Republica Portuguesa. Depois da ópera “Don Giovanni” na temporada passada, Johannes Stert regressa a Lisboa para dirigir a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do Teatro Nacional de São Carlos.   No elenco, destaque para Ausrine Stundyte – que interpretou a temporada passada a personagem Mimi em La Bohéme de Peter Konwitschny –, Giorgio Casciarri e para os portugueses Maria Luísa de Freitas, Luís Rodrigues e Nuno Dias.

 

Direcção Musical | Johannes Stert; Projecção de Fotografias de | Duarte Belo

Orquestra Sinfónica Portuguesa | Coro do Teatro Nacional de São Carlos

 

Intérpretes:

Dona Branca | Ausrine Stundyte

La Fée | Maria Luísa de Freitas

Aben-Afan | a anunciar

Adaour | Luís Rodrigues

Don Payo Peres Correia Nuno Dias

Don Nuno | Musa Nkuna

Alda | Chelsey Schill

Vieille Mauresque | Laryssa Savchenko

 

29 de Setembro às 20h00

1 de Outubro às 20h00

3 de Outubro às 16h00

5 de Outubro às 16H00 (Tarde Família)

 

Mais informações em: http://www.saocarlos.pt/gca/?id=657

 

Uma produção do Teatro Nacional de São Carlos Apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.



Abertura: Incrível Tasca Móvel – A Tasca das Tascas celebra a República

Rossio
1 de Outubro > | 21:00

Gerada na margem sul do Tejo, em 2005, p’lo desejo de Pablo e Miranda dos OqueStrada, esta jóia de luz é composta por estruturas metálicas que se debruçam sobre o espaço suportando lustres e gambiarras numa dança de classes.

 

Obra única de ferro e iluminação onde a luz delimita a fronteira público e privado, desbrava caminhos entre a tradição e a inovação, entre arte e copos de três, entre o fado e o circo, entre épocas...

 

Período de exibição

de 1 a 3 de Outubro às 21h00

 

>> O espectáculo é de graça e ao ar livre mas é necessário levantar uma senha frente à Ginginha do Rossio (Largo de S.Domingos)

das 18h às 20h (o limite é de 300 pessoas por dia).



Espectáculo multimédia

Terreiro do Paço
1 de Outubro > | 21:30

A Frente Tejo vai realizar pela primeira vez em Portugal um espectáculo multimédia, com animação e efeitos 3D, projectado em toda a fachada do arco da Rua Augusta no Terreiro do Paço.


De 01 a 05 de Outubro de 2010, duas vezes por noite (às 21.30h e 23.50h) com excepção do dia 05 (apenas uma projecção às 22.00h) vai ser possível viajar no tempo: assistir ao terramoto e ao maremoto que arrasaram Lisboa, participar na sua reconstrução ao lado do Marquês de Pombal, conviver com figuras da política e da cultura que marcaram a História de Portugal.


A monumentalidade da fachada que serve de «tela» e a espectacularidade da projecção permitem dar aos cidadãos um sentimento de partilha.
Aliás o título do filme é «Praça dos Cidadãos».

 

Este espectáculo promovido pela Frente Tejo insere-se nas comemorações do Centenário da República, ao abrigo do protocolo de parceria com  a Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

 

Uma iniciativa da Frente Tejo S.A. com o apoio da Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República.

 

frentetejo



Extensions by Siteground Web Hosting