payday loans

MAPA DA REVOLUÇÃO - clique nos pontos

Revolução de 5 de Outubro

Na manhã de 5 de Outubro de 1910, a República foi proclamada da varanda da Câmara Municipal de Lisboa. Este momento assinalou historicamente a implantação da República no País e deu voz oficial à Revolução desencadeada no dia 3.
O “mapa da revolução” assinala os dez pontos associados aos momentos mais relevantes da revolução em Lisboa, sugerindo um percurso pelos locais históricos onde se desenrolaram os acontecimentos mais decisivos dos dias 3, 4 e 5 de Outubro de 1910.
Filme 1Filme 2Filme 3Filme 4Filme 5
Filme 6Filme 7Filme 8Filme 9Filme 10

Entre estes pontos encontram-se a sede do Directório do Partido Republicano, na esquina entre a Rua Serpa Pinto e o Largo S. Carlos, onde teve lugar a reunião entre alguns dos principais conspiradores da revolução, o quartel-general das forças monárquicas, instalado no Palácio da Independência (Largo de S. Domingos), e a célebre Rotunda (actual Marquês de Pombal), onde se encontravam entrincheiradas as forças republicanas comandadas por Machado Santos.

Proclamação da República no país

No dia 4 de Outubro, quando era já evidente o sucesso da revolução, alguns concelhos do País aderiram oficialmente à República, antecipando-se à sua proclamação em Lisboa. Foi o caso do concelho de Loures e de algumas localidades na margem sul do Tejo. Mas do mesmo modo que algumas regiões antecederam a capital, outras teriam de aguardar alguns dias para que a República fosse oficialmente proclamada. Nas cidades do Porto, Vila Real e Viana do Castelo, o acto oficial teve lugar no dia 6 de Outubro; nos dias seguintes, foi a vez de cidades como Castelo Branco, Beja, Viseu e ainda da Guarda, onde a República só seria proclamada no dia 12.
Neste mapa assinalam-se os principais locais de proclamação onde, entre os dias 4 e 12 de Outubro, foi sendo oficialmente desenhada a República à escala nacional.

Proclamação da República nos Açores

No dia 6 de Outubro chegou a Ponta Delgada a notícia da implantação da República, sem causar grandes sobressaltos entre os micaelenses. No dia seguinte, a Câmara Municipal aderiu oficialmente ao novo regime, realizando a cerimónia oficial de proclamação no dia 9.
Mas à semelhança do que sucedeu um pouco por todo o País, a proclamação da República não foi simultânea em todo o arquipélago. Enquanto a cidade da Horta, por exemplo, fez proclamar oficialmente o novo regime no dia 6 de Outubro, Angra do Heroísmo só o faria no dia 16.

Proclamação da República na Madeira

A notícia da implantação da República foi recebida na Madeira por telegrama, às seis da tarde do dia 5 de Outubro. Pouco depois, a comissão municipal do Funchal enviou felicitações ao novo governo. Já na manhã do dia 7 de Outubro, a bandeira republicana foi hasteada no quartel de Artilharia e a República foi oficialmente proclamada no Funchal.

Proclamação da República nas ex-colónias

Em 1910 Portugal ocupava territórios coloniais em África, na Índia e no extremo oriente. Com a implantação da República lançaram-se novos projectos de administração e organização colonial, no sentido de uma maior descentralização e autonomia das colónias.
Aqui, as primeiras notícias da revolução chegaram pelo telégrafo e as autoridades coloniais, apesar da distância, não tardaram em fazer anunciar oficialmente o novo regime: logo no dia 6 de Outubro, a República foi proclamada em Cabo Verde e Angola; no dia seguinte foi a vez de Goa e Moçambique. Em 10 de Outubro, a República foi proclamada no território de Macau.
 
Extensions by Siteground Web Hosting